Conserva a tua Alma




Caríssimo (as) eleitor (as) do jornal Verologia, os ensinamentos do divino psicólogo, Jesus Cristo, possuem um simbolismo, de certa forma, velado.

Mesmo os méis simples, por serem muitos profundos, tornam-se também impenetráveis, como esse sobre o que tenho a grande alegria de escrever, verologicamente: “pela vossa perseverança conservareis as vossas almas”.

De tempos em tempos, surgem escolas iniciáticas na terra para orientar, com segurança e simplicidade, todos os seres humanos bem intencionados, sem exceção, afim de que, através de seus próprios esforços, consigam pelo estudo, pela meditação e pela penetração psicológica, compreender, praticar e viver esses ensinamentos e, assim, conservar as suas almas.

Antes de tudo, para aqueles que estão, pela primeira vez, tomando conhecimento da linguagem verológica, deve-se esclarecer: o que se entende por alma, espírito, centelha divina, microcosmo ou outro nome que se queira dar, é dominado pela Verologia como sistema psicológico, formado por sete órgãos, suas faculdades e respectivas e inúmeras manifestações.

“Conservareis”, de acordo com a doutrina de Jesus Cristo, esta no sentido espiritual, isto é, de desenvolver, equilíbrio, harmonizar e evoluir o sistema psicológico. Para isso, é imprescindível usar a perseverança e a lealdade no estudo, na compreensão e na pratica de seus ensinamentos. O verdadeiro objetivo dos ensinamentos, que o divino mestre alegou para toda a humanidade, esta em seu sentido espiritual: nosso aprimoramento psicológico, ou seja, mental, moral e espiritual, porque, atingindo o lado espiritual, atinge também o lado material.

O divino psicólogo não esta se referindo á perseverança que encontramos nos dicionários, mas sim a algo muitos mais profundo, que faz parte do tema de uma grande lição do quanto ela é importante e profunda, vou destacar alguns pontos primordiais.

Cristófilo Nageo esclarece que:

-“Perseverança é uma poderosa alavanca”: sendo aplicada somente em atividades nobres e uteis, envolve o propósito de não retroceder em atividades nobres e úteis, envolve o propósito de não retroceder em hipóteses alguma, porque, antecipadamente, as analisa e reflete sobre os prós e os contras, como também sobre a capacidade e os recursos para realizá-las; traça um roteiro ou plano de ação, que é seguido sem sofreguidão, podendo mesmo traçar novo plano de ação, que é seguido sem sofreguidão, podendo mesmo traçar novo plano, de acordo com o decorrer da realização, para atingir o objetivo almejado.

- Enquanto uma pessoa de poucas possibilidades pode transformar sua vida numa realização e triunfo permanentes; outras, com grandes recursos, inteligente e culta, pode transformar sua vida num verdadeiro fracasso, se não praticar a perseverança.

- Não devemos confundir a perseverança com a teimosia ou o capricho. A perseverança se aplica a atividades nobres e uteis e a teimosia ou o capricho se aplica aos impulsos desordenados, aos desejos de vingança e ás baixas paixões, não reconhece seus erros e, como se diz, “não dá o braço a torcer”.

Por que devemos aplicar a perseverança no estudo, na compreensão e na pratica dos ensinamentos do Rabi da Galiléia? Nosso mestre Cristófilo Nageo nos esclarece: “Porque são portadores de excelente orientações, tão uteis a vida material quanto á vida espiritual, mas também porque são transmissores de alentadora substancia mental e de tonificante energia psíquica, portanto, perseverar na concentração e atenção sobre tão valiosos ensinamentos é robustecer o órgão mental, dotando-o de novas luzes e de mais penetrante percepção. É, ainda, aumentar o contingente dos pensamentos superiores e, portanto, diminuir, cada vez mais, o numero dos pensamentos inferiores ate a eliminação total de suas nefasta atividades”.

A perseverança na realização do processo de evolução ativa e consciente é aplicável a qualquer ser humano, de qualquer grau de instrução, de conhecimento cientifico, credo, religião ou partido político; leva ao aperfeiçoamento, harmonia e equilíbrio do sistema psicológico. Ai esta a perseverança como uma poderosa alavanca para retirar, ou melhor, neutralizar toda contaminação inferior, que só Deus sabe, desde quando trazemos em nosso sistema psicológico.

Por falta de uma orientação mental, moral e espiritual, quantas criaturas humanas, por se deixarem levar pelo capricho ou teimosia, destruíram suas vidas ou se autodestruíram; por não saberem distinguir a perseverança da teimosia ou capricho, não conseguiam conservar suas vidas, ou melhor, em vez de evoluir, retrocederam, ficando em estado psicológico pior do que quando nasceram.

Com o advento da Ação Cristã Evolucionista e da Ciência Verologica, todos podem se valer desta cientifica tabua de salvação mental, moral e psicológica, para conservar ou salvar as suas almas.      

 



Extraído de:

Jornal Verologia

Edição XXXIV Nº 425 e 426
Artigo referente a Maio e Junho de 2008

  

 

 

Perfil Verológico

Um Edifício Psicológico

Ler mais...

Tome Posse do que é Seu

Ler mais...

Solução de Emergência

Ler mais...

Esperança no Amanhã

Ler mais...

Oportunidade Única

Ler mais...

Pare para Pensar

Criança, Futuro Brilhante.

Ler mais...

Como Enfrentar os Problemas

Ler mais...

Saber Viver Bem

Ler mais...

Bom Senso

Ler mais...

Dia Feliz

Ler mais...

Gotas de Sabedoria

Desvende o Mistério de Si Mesmo

Ler mais...

Fome e Sede Espiritual

Ler mais...

Ser e Não Ser Não pode Ser

Ler mais...

O Caminho, a Verdade e a Vida

Ler mais...

Resignação Consciente

Ler mais...

Raios de Luz

Mãe: Amor Incondicional

Ler mais...

Tristeza: Ferrugem da Alma

Ler mais...

Paz de Espírito

Ler mais...

A Essência do Natal

Ler mais...

A Paz é Possível

Ler mais...

Livros

Criado por Agência Núcleo