Espécies de Compreensão


A Verologia dá a conhecer que, no geral, há duas espécies de Compreensão: a “Provisória ou Teórica” e a “Satisfatória ou Prática”. Embora a Compreensão “Satisfatória ou Prática” proporcione uma forte convicção, pode ela, futuramente, passar por um acentuado Aprimoramento até chegar a uma conclusão ainda mais profunda e levar a uma convicção muito mais forte. Isso acontece quando o Ente Humano atinge elevados graus de Evolução Espiritual e a Compreensão se torna “Definitiva”.

Com esse esclarecimento, ficam respondidas as interrogações dos que, iniciando o Processo de Evolução Ativa e Consciente, não entendem por que a Verologia dá a classificação de “Satisfatória” e não “Definitiva” à segunda fase da Compreensão. Todos podem, mas nem todos conseguem chegar aos elevados graus evolutivos que infundem a Compreensão “Definitiva”. Mas, ninguém deve limitar-se à Compreensão “Provisória ou Teórica”, pois, para que a Compreensão seja convincente, precisa transformar-se, pelo menos, em Compreensão “Satisfatória ou Prática”.

Essa classificação se torna mais nítida e inteligível quando se tem em vista o estudo e a prática dos Ensinamentos recomendados pelo Método Verológico. Ao efetuar o Exercício de “Concentração e Agilização Mental” sobre um dos Ensinamentos Reformadores indicados pela Verologia, o evolucionista chega a uma compreensão inicial que, por não ter sido ainda aplicada à vida prática, deve ser considerada “Provisória ou Teórica” e é de suma importância, porque serve de base para a realização do Processo de Evolução Ativa e Consciente, visto que a Pedagogia Verológica oferece Ensinamentos de alta hierarquia moral espiritual. A fim de auxiliar poderosamente, por intermédio deles, o Aperfeiçoamento Mental e Psicológico de seus estudantes.

No entanto, a Compreensão “Provisória ou Teórica” só se transforma em “Satisfatória ou Prática” quando o realizador se dá por satisfeito com a sua aplicação em determinada ocorrência, seja em seu mundo interno, seja em seu mundo externo (dentro de si mesmo ou em redor de si mesmo). Essa espécie de Compreensão é, portanto, suscetível de várias modificações ao entrar em contato com a realidade através de sua utilização, sendo necessárias, por vezes, diversas “experiências” até que se chegue a uma Compreensão “Satisfatória ou Prática”.

Conseguintemente, a Compreensão “Provisória ou Teórica” deve ser confirmada ou corrigida através das “experiências”. Uma vez confirmada ou corrigida, pelo ajustamento à realidade, entra na fase tranquila e convincente da satisfação de quem acrescentou mais um conhecimento seguro ao cabedal de suas realizações.

É evidente que só se pode chegar ao Conhecimento Superior ou Transcendental por meio de Compreensões “Satisfatórias ou Práticas”, pois esse Conhecimento Supremo – que interpenetra a Psicologia Humana em todas as suas manifestações (internas e externas) – não pode ser obtido apenas através de leituras e Compreensões “Teóricas”.

Sem que se tenha comprovado ou corrigido as Compreensões “Provisórias” nos testes que as “experiências” oferecem, até adquirir uma sólida convicção, não se pode chegar ao Verdadeiro Conhecimento. Aí está por que somente as Compreensões “Satisfatórias” podem produzir sólidas convicções, que ainda se tornam mais fortes nas pessoas que, pelo seu alto grau evolutivo, as transformam em “Definitivas”.

Todos precisam obter boas Compreensões “Provisórias ou Teóricas”, mediante o estudo profundo e a interpretação dos Ensinamentos Renovadores. Mas, sem esquecer de transformá-las em Compreensões “Satisfatórias ou Práticas”, sempre que houver oportunidade para tanto, nas inúmeras ocorrências que aparecem no laboratório experimental da própria vida. Ora nas profundezas dos sete Órgãos que estruturam o Sistema Psicológico, ora nas atuações exteriores através das relações humanas.

Todos precisam enriquecer o seu acervo de Conhecimentos Superiores mediante a sucessiva aquisição de Compreensões “Satisfatórias”. É desse modo que se caminha, progressivamente, para os altos graus de espiritualidade. E, portanto, para a posse de Compreensões “Definitivas”, ainda mais aprimoradas, mais vigorosas e mais felizes do que as “Satisfatórias”. Para melhor compreensão do assunto, a Verologia submete à apreciação do leitor estas palavras de Cristófilo: “Nas inúmeras provas e experiências próprias da jornada para a sublimação espiritual é que o aspirante põe em execução as conclusões a que chegou, confirmando ou corrigindo as compreensões extraídas nas meditações dos ensinamentos superiores”.

Cada estudante de Verologia se empenha ao máximo no sentido de compreender o real significado desses Ensinamentos Reformadores, a fim de poder aplicá-los devidamente a sua vida cotidiana. É claro que só se pode utilizar com proveito aquilo que se chega a compreender com exatidão. Ilusória e incompleta é, pois, a vida dos que se limitam a colecionar belas teorias, mas sem as transformar em realidade.

Para que a vida se torne rica e fecunda, para que um Ente Humano possa ajudar melhor a si mesmo e a seus semelhantes, nada mais eficiente do que seguir a Trajetória Verológica, ou seja, andar com absoluta segurança pelo caminho ensolarado e retilíneo do Discernimento e da Realização.

O filósofo Maeterlink afirma: “Um pensamento pode ser coisa excelente, mas a realidade começa na ação”.

 

Extraído de:

Jornal Verologia

Edição XXXVIII Nº 475 e 476
Artigo referente a Julho e Agosto de 2012

 

 

 

Perfil Verológico

Um Edifício Psicológico

Ler mais...

Tome Posse do que é Seu

Ler mais...

Solução de Emergência

Ler mais...

Esperança no Amanhã

Ler mais...

Oportunidade Única

Ler mais...

Pare para Pensar

Criança, Futuro Brilhante.

Ler mais...

Como Enfrentar os Problemas

Ler mais...

Saber Viver Bem

Ler mais...

Bom Senso

Ler mais...

Dia Feliz

Ler mais...

Gotas de Sabedoria

Seja o que Você Pode e Deve Ser

Ler mais...

Coragem Sensata e Medo

Ler mais...

Ser e Não Ser Não Pode Ser

Ler mais...

Perdão, a Mais Profunda Lição de Jesus!

Ler mais...

Podemos ou Não Ver a Deus?

Ler mais...

Raios de Luz

Mãe: Amor Incondicional

Ler mais...

Tristeza: Ferrugem da Alma

Ler mais...

Paz de Espírito

Ler mais...

A Essência do Natal

Ler mais...

A Paz é Possível

Ler mais...

Livros

Criado por Agência Núcleo