O Caminho, a Verdade e a Vida


Coluna Gotas de Sabedoria


Caríssimo (a) leitor (a) do jornal Verologia, muito se tem falado nos últimos tempos sobre a procura de um caminho espiritual, da verdade e de uma vida permanente feliz, saudável e segura. É exatamente sobre esse tema que iremos falar através da lente verológica, tomando como base e apoio um dos grandes ensinamentos do divino psicológico, Jesus Cristo, que diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao pai, senão por mim.”



Você poderia perguntar-me: - Se Jesus aqui em corpo e espírito, como eu poderia ir ao pai por ele? Na verdade, Jesus Cristo refere aos seus ensinamentos, deixados e gravados com letras de sangue, há mais de dois mil anos, e que a maioria da humanidade guardou na geladeira do esquecimento.

Talvez possa acontecer com você o que aconteceu comigo, antes de entrar para Verologia: eu lia a bíblia e não entendia muitos de seus ensinamentos; procurava explicação com as autoridades no assunto e estas davam compreensões que não satisfaziam a minha consciência. Mas, com o advento da Verologia, eu pude, por mim mesmo, entender como encontrar o caminho, identificar-me com a verdade, viver a vida e ir ao pai, sentindo-o e comunicando-me com ele.

Quando o mestre Jesus diz “Eu sou o caminho”, ele quer dizer que os seus ensinamentos são a bússola e o leme que orientam o braço de nossa existência neste mar agitado da vida incompleta, ou seja, de violência, insegurança, medo, vícios, luxuria, injustiças, em todos os sentidos, seja ou recreativo. Em outras palavras, os ensinamentos do divino mestre nos permitem alcançar o paraíso espiritual, com trabalho perseverante, mas sem grandes sacrifícios, mesmo dentro do inferno de baixas paixões que fervem neste mundo terreno.

Continua Jesus Cristo a dizer: “Eu sou a verdade”, contida nos seus ensinamentos que nos dão a conhecer as leis extremas criadas por deus que regem o universo e a humanidade, nos corrigem e premiam, com rigor e exatidão, de acordo com o nosso procedimento e merecimento.

As leis eternas atuaram sempre: corrigindo quando nos impedem de conseguir alguma coisa e premiando quando a conseguimos. Por desconhecer essas leis, quando nos tiravam algo, pensávamos que era azar não existem, mas assim a lei do livre arbítrio, reduzindo ou aumentando nosso livre arbítrio de acordo com o nosso merecimento perante Deus.

Quando estudamos, compreendemos, realizamos e nos identificamos com a verdade, começamos a ver e sentir a atuação das leis eternas nos dizendo o que devemos corrigir para nos transformar e evoluir, sendo premiados e não corrigidos.

“ Eu sou a vida”. Todos vivem aos troncos e barrancos. Mas, vivem bem, neste mundo atual, com segurança, confiança, esperança, saber e sentir que tudo esta certo, só mesmo com a identificação da verdade e dais leis eternas contidas em todos os ensinamentos de Jesus Cristo.

O divino mestre conclui: “Ninguém vem ao pai, senão por mim.” A Verologia nos esclarece que o pai é todo- poderoso, a suprema perfeição. É impossível queremos “ir ao pai” se não realizarmos um processo de aperfeiçoamento para compreendê-lo, senti-lo, e amá-lo.

A pedagogia verologica levantou a ponta do véu, do milagre, do mistério e do simbolismo com que Jesus Cristo mandava seus apóstolos cobrirem os titânicos esforços e do intercambio de compreensões, numa verdadeira fraternidade, podemos equilibrar e harmonizar o sistema psicológico, desenvolvendo a penetração psicológica e a clarividência, sendo ainda agraciados pela inspiração e intuições, identificando-nos com a verdade essencial, discernindo o que é certo do errado e do aparentemente certo, a sinceridade da astucia e atingindo, assim, o estado de inalterabilidade, segurança, confiança e coragem sensata em todos os sentidos e em todas as atividades de nossa confiança e coragem sensata em todos os sentidos e em todas as atividades de nossa vida.

Prezado (a) leitor (a) do jornal Verologia, essa é a boa nova que a ciência verológica, através da ação cristã evolucionista, de seu criador Álvaro Gomes Terra, com pseudônimo Cristófilo Nageo, amigo de cristo na terra, traz e revela para toda a humanidade.

Cabe a cada um de nos aproveitar esse caminho, essa excelente e feliz oportunidade ao alcance de qualquer grau de instrução, religião ou corrente de idéias para ir ao pai.

 

Extraído de:

Jornal Verologia

Edição XXXV Nº 437 e 438
Artigo referente a Maio e Junho de 2009

Perfil Verológico

Um Edifício Psicológico

Ler mais...

Tome Posse do que é Seu

Ler mais...

Solução de Emergência

Ler mais...

Esperança no Amanhã

Ler mais...

Oportunidade Única

Ler mais...

Pare para Pensar

Criança, Futuro Brilhante.

Ler mais...

Como Enfrentar os Problemas

Ler mais...

Saber Viver Bem

Ler mais...

Bom Senso

Ler mais...

Dia Feliz

Ler mais...

Gotas de Sabedoria

Benefícios e Malefícios da Imaginação

Ler mais...

Exaltar-se ou Humilhar-se

Ler mais...

O Essencial é Ser Feliz

Ler mais...

Acertos e Desacertos da Vida

Ler mais...

Fome e Sede Espiritual

Ler mais...

Raios de Luz

Mãe: Amor Incondicional

Ler mais...

Tristeza: Ferrugem da Alma

Ler mais...

Paz de Espírito

Ler mais...

A Essência do Natal

Ler mais...

A Paz é Possível

Ler mais...

Livros

Criado por Agência Núcleo