A Sabedoria dos Mestres


 
Mestres são todos aqueles que se doam a fim de transmitirem todo conhecimento que adquiriam, impulsionados por este sublime vocação, naturalidade e bom humor, dosados com compreensão e energia serena.

Entretanto, mestres são também os que vieram a este mundo e merecem adquirir sabedoria, sempre ligados á intuição divina.

Na primeira definição, encontramos os valores dos mestres que ensinam a sabedoria comum, de ordem cultural e merecem todo o nosso respeito e consideração, porque sem eles – que exigiam nossa dedicação aos estudos para prestar exames, provas e testes, alem da realização de pesquisas, trabalhos de grupos e leituras obrigatórias – não chegaríamos a um aprendizado substancial para usufruirmos de uma comunicação escrita ou oral com um vocabulário adequadamente inteligível. Não podemos esquecer dos mestres das primeiras letras, os alfabetizadores não só das crianças, mas também dos adultos que são libertados dos grilhões da ignorância, possibilitando que ampliem a sua comunicação.

Vamos referir, agora, aos mestres que absorveram sabedoria por intuição divinas. São os mestres de sabedoria suprema que aparecem, de tempos em tempos na face da terra, com a missão superior de orientar os seres humanos a entenderem a doutrina crista com objetividade. O mestre Cristófilo Nageo é um exemplo muito próximo de nós, pois estamos tendo constantes esclarecimentos através das orientações Verológicas.

Os mestres de sabedoria suprema se doam de maneira completa e total, sem visarem nenhuma espécie de remuneração, transmitindo o bem pelo bem próprio bem. A maior e única alegria que têm é a de poder assistir á entrada triunfal de seus seguidores no caminho de luz poderá conduzi-los á porta estreita do reino de Deus, onde so entram os justos, os realizadores, os que, por sua dedicação e esforço, passaram por metamorfoses interiores e se candidataram a romper o casulo para se libertar, voando por entre as flores, usufruindo dos benefícios do sol.

Jesus Cristo nos adverte: “Entrai pela porta estreita, pois larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz á perdição e muitos são os que entram por ela”.

Não há duvida que esses mestres são os verdadeiros alquimistas, porque ensinam, passo a passo, como a ciência verológica, transmutar os metais inferiores de nossa impurezas ou deficiências em ouro puríssimo e reluzente dos pensamentos e atos superiores e dignos. Só assim, é possível minorar o sofrimento de toda humanidade, conforme deixou gravado o maior mestre de sabedoria suprema de todos os tempos: - Jesus Cristo – a quem temos que oferecer a nossa mais profunda e carinhosa homenagem.

 

 

Extraído de:

Jornal Verologia

Edição XXXV Nº 441 e 442
Artigo referente a Setembro e Outubro de 2009

Perfil Verológico

Um Edifício Psicológico

Ler mais...

Tome Posse do que é Seu

Ler mais...

Solução de Emergência

Ler mais...

Esperança no Amanhã

Ler mais...

Oportunidade Única

Ler mais...

Pare para Pensar

Criança, Futuro Brilhante.

Ler mais...

Como Enfrentar os Problemas

Ler mais...

Saber Viver Bem

Ler mais...

Bom Senso

Ler mais...

Dia Feliz

Ler mais...

Gotas de Sabedoria

Perdão, a Mais Profunda Lição de Jesus!

Ler mais...

Acertos e Desacertos da Vida

Ler mais...

Ser e Não Ser Não Pode Ser

Ler mais...

Luz e Trevas

Ler mais...

A Luz do Mundo

Ler mais...

Raios de Luz

Mãe: Amor Incondicional

Ler mais...

Tristeza: Ferrugem da Alma

Ler mais...

Paz de Espírito

Ler mais...

A Essência do Natal

Ler mais...

A Paz é Possível

Ler mais...

Livros

Criado por Agência Núcleo